quinta-feira, 28 de maio de 2009

Qual será o caminho?

Especialistas reunidos em Brasília durante o 25° Congresso da Abert parecem ter chegado a algumas conclusões a respeito do futuro do rádio.

1°: Ele será digital (o padrão deve ser o americano)
2°: A convergência das mídias é mais benéfica do que o contrário (3G, internet, etc...)
3°: As redes via satélite ganharão força (com janelas locais na programação)
4°: Talvez o AM tenha um padrão diferente ( pode ser o DRM)
5°: Muitos radiodifusores irão migrar para o FM (a Tupi Am já está fazendo isso, mas outras já fizeram nos grandes centros, como a Rádio Bandeirantes de São Paulo)
6°: Os radiodifusores precisam se reunir em torno das Associações regionais
7°: O negócio rádio pode ficar inviável economicamente
8°: Emissoras religiosas ou de políticos devem prevalecer em cima das comerciais
9°: Não é hora de desistir de manter o rádio gratuito e federativo no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário