domingo, 31 de maio de 2009

É hoje!

Tem inicío a zero hora desta segunda, ou seja, de hoje pra amanhã, a transmissão da Super Rádio Tupi no canal 96,5 da Nativa Fm. Por sua vez a Nativa passará para o canal da Antena 1, 103,7. Essa sai do ar, deixando saudades.


Para o ouvintes das Rádios Tupi e Nativa, nada muda, a não ser a frequência. Mas a mudança enseja algo bem mais complexo. Deixa claro por exemplo que a alta direção da Tupi Am não quer esperar mais pelo AM Digital, prometido para o início do ano que vem pelo Governo. Também aponta um posicionamento estratégico em relação a concorrência, leia-se Globo Am - 1220. A Rádio Globo reagiu ao ímpeto da Tupi juntando as transmissões esportivas da Rádio Globo com a CBN, numa só jornada.

Creio que a medida do Sistema Globo seja pequena como resposta ao novo posicionamento da Tupi. O Sistema Globo não tem outra saída, já que o canal da CBN, que poderia ser a solução responde por 60% do faturamento da empresa. Em sã conciência não seria bom tirar a Rádio do Fm, deixando só o canal AM 860 para competir no Rio.

Mas a Super Rádio Tupi, comandada por Alfredo e Ricardo Raymundo - pai e filho - não para por aí. Eles trabalham exaustivamente na implantação da rede via satélite, da qual faz parte, como primeira rádio do interior a aderir, a antiga Rádio Jornal de Rio Bonito - AM 1340. Segundo Carlos Issa, gerente da rede, ainda no mês de junho duas ou mais rádios irão compor a Rede, que pretende transmitir exclusivamente para o Estado do Rio, apesar dos apelos de emissoras do entorno do Estado do Rio.

Como podemos ver, o mercado está em ebulição. Os atores principais estão atuando e muitas novidades estão por vir. Aguardem.

sábado, 30 de maio de 2009

Rádios Ams precisam investir no conteúdo

A solução imediata para o rádio Am no interior é voltar a investir na qualidade do conteúdo. Mas como fazer isso em meio a crise econômica? São várias as respostas, mas creio que a melhor solução seja agir em grupo. Como assim? Associando-se as grandes redes. É o que pretende fazer, por exemplo, a Rádio 820 Am de Macaé com a Rádio Globo.

Duas coisas acontecem de imediato: a diminuição nos custos operacionais e o aumento da qualidade do conteúdo. Para não perderem espaço nas suas comunidades, a parceria sempre prevê horários locais para a comunicação direta da emissora com seu público mas próximo. A ponto mais questionável desta parceria é representação comercial e seus repasses. Normalmente as emissoras do interior tem suas representações comerciais, mas nem sempre isto significa um ganho significante.

As Associações de emissoras tem alertado que muitos dos representantes estão sobretaxando as tabelas em até 100%, sem que o radiodifusor saiba ou ganhe mais por isso. A própria Secom do Governo Federal tem se deparado com preços discrepantes na hora do planejamento da mídia rádio, tantas são as tabelas e representantes de uma mesma emissora.

Mas voltando a questão das parcerias entre emissoras, a mesma pode ser por um período curto de um ano. Caso dê certo o radiodifusor resolve se segue ou volta para o formato anterior. A única coisa que o radiodifusor não pode fazer é ficar parado, pois senão a saída é vender a emissora pra alguém com mais contato político ou religioso.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Reunião para definir dissídio dos radialistas

O sindicado patronal dos radiodifusores realizou na manhã desta sexta feira, 29, reunião com os gestores das rádios de Campos definindo uma posição sobre o índice de reajuste do salário dos radialistas.

Comandada pela advogada Magda Hruza Alqueres o encontro contou com a participação de Cláudio Nogueira da Rádio Continental, Paulo André Barbosa da Diário FM, dos representantes da Tv e rádio Record, um representante do Jornal Folha da Manhã e eu, representando a Band Fm. Não compareceram os representantes das demais emissoras da cidade.

A doutora Magda esclareceu que somente o índice de reajuste está sendo apreciado pois o acordo atual, feito no ano passado, tem validade até o ano que vem.

O atraso na discussão se deveu ao fato que somente no dia 30 de abril o Sindicato dos Radialistas de Campos, presidido por Salvador Nunes, enviou a proposta ao Patronal. A data base da categoria é em 1° de fevereiro. Como ha mais radialistas fora do que dentro do sindicato a categoria não protestou pela demora no envio. Com isso algumas emissoras já deram reajustes de acordo com outros indicadores financeiros. Mas somente o dissídio da categoria, reconhecido pelas entidades representativas envolvidas, tem valor perante ao Ministério do Trabalho.

Reprodução do mailling da Abert

2009 é ano decisivo para o setor, acreditam presidentes estaduais

Com a expectativa de que a TV digital esteja presente em todas as capitais brasileiras até dezembro e de que o modelo de rádio digital seja definido até o começo do próximo ano, 2009 deve ser um ano decisivo para o setor de radiodifusão. A avaliação é dos presidentes das 22 associações regionais de emissoras de rádio e televisão, que participaram do 25º. Congresso Brasileiro da Radiodifusão, em Brasília. Para eles, o setor atravessa um momento importante e deve aproveitar a mudança da plataforma analógica para a digital para se reinventar e descobrir novas oportunidades de negócios.

Muitos apostam também que a fase de transição é o melhor momento para eliminar velhos problemas que cercam os radiodifusores – como o aumento das rádios piratas, o atraso da legislação que rege o setor e a obrigatoriedade da transmissão do programa “A Voz do Brasil”, do governo federal. Veja abaixo a íntegra das entrevistas com os 22 presidentes das associações regionais. Acesse www.abert.org.br e leia a integra das opiniões dos presidentes das Associações regionais sobre o 25° Congresso de Radiodifusão.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Ibope aponta Balanço Geral como o primeiro em audiência na Região

A Tv Record Campos está em festa com o 1º lugar do programa Balanço Geral. O resultado da pesquisa Ibope feita na região dá mais de 30% de audiência no horário do balanço. No geral a emissora está empatada com a Inter Tv, mas os números apontam a Record em direção ao primeiro lugar geral.

Qual será o caminho?

Especialistas reunidos em Brasília durante o 25° Congresso da Abert parecem ter chegado a algumas conclusões a respeito do futuro do rádio.

1°: Ele será digital (o padrão deve ser o americano)
2°: A convergência das mídias é mais benéfica do que o contrário (3G, internet, etc...)
3°: As redes via satélite ganharão força (com janelas locais na programação)
4°: Talvez o AM tenha um padrão diferente ( pode ser o DRM)
5°: Muitos radiodifusores irão migrar para o FM (a Tupi Am já está fazendo isso, mas outras já fizeram nos grandes centros, como a Rádio Bandeirantes de São Paulo)
6°: Os radiodifusores precisam se reunir em torno das Associações regionais
7°: O negócio rádio pode ficar inviável economicamente
8°: Emissoras religiosas ou de políticos devem prevalecer em cima das comerciais
9°: Não é hora de desistir de manter o rádio gratuito e federativo no Brasil

quarta-feira, 27 de maio de 2009

UnB, o Inst. Brasileiro do Rádio e a Fundação Ford estão realizando pesquisa sobre a implantação do Rádio Digital

A Universidade de Brasília (UnB), juntamente com a Fundação Ford e o Instituto Brasileiro do Rádio, realiza uma pesquisa pela Internet para conhecer as condições técnicas de funcionamento das rádios brasileiras e sua capacidade de adaptação do rádio digital.
Convidamos sua emissora a participar desta pesquisa inédita no país. As informações prestadas por você serão muito úteis para:
Elaborar políticas públicas para a implantação do rádio digital no país.
Definir o grau de adaptação das emissoras à nova tecnologia e o investimento que será necessário para fazer essa mudança.
Toda e qualquer informação prestada será sigilosa e sua utilização se dará somente para compor um diagnóstico técnico das emissoras.
A pesquisa envolve mais de 4 mil emissoras de todo o pais. Para participar é muito simples . Acesse o endereço http://www.lapcom.unb.br/pesquisaradiodigital, leia as instruções e depois digite o nome de usuário (login) e a senha que constam deste e-mail. O nome de usuário (login) utilizado é o prefixo de sua emissora. Você terá 30 dias após o recebimento deste e-mail para responder o questionário eletrônico.
Como forma de agradecimento serão sorteados, aos que participarem da pesquisa, equipamentos eletrônicos como computador, mp3 e telefone celular. O sorteio acontecerá, por meio da loteria federal, na última semana dos meses de julho e de novembro de 2009.
Agradecemos sua colaboração com a pesquisa da UnB e estamos à sua disposição para esclarecer qualquer dúvida pelo e-mail pesquisaradiodigital@lapcom.unb.br
Prof. Dr. Carlos Eduardo Esch e Profa. Dra. Nélia Del Bianco
Coordenadores da pesquisa

segunda-feira, 25 de maio de 2009

JN exibe reportagens sobre igrejas evangélicas
26/05/09
A TV Globo anunciou nesta segunda-feira no "Jornal Nacional", seu principal produto jornalístico, que exibirá uma série de reportagens sobre as igrejas evangélicas do país. Informações preliminares dão conta de que emissora irá abordar os trabalhos sociais realizados por essas igrejas.Vale ressaltar que a Record, principal concorrente da Globo, tem sob o comando o bispo Edir Macedo, da Igreja universal do Reino de Deus, organização do setor evangélico.Procurada pelo Adnews, a assessoria da rede disse que ainda não possui informações sobre a série.Guerra declaradaDepois de acusação públicas de espionagem, as redes Globo e Record têm protagonizado uma acirrada briga pela audiência, com estreias de novas produções e contratações de profissionaisOutra disputa envolveu a rede de Edir Macedo e o jornal Folha de S.Paulo. Por meio de reportagens exibidas no "Jornal da Record", a Record buscou mostrar o posicionamento do jornal durante a ditadura. Na época, também foi exibido um editorial no "Jornal da Record", onde a emissora acusava o periódico de 'calúnia' e de ter atuado de maneira 'sombria' durante o regime militar.Redação Adnews

Super Rádio Tupi x Rádio Globo

Tem um jogo sendo jogado por dois grandes rivais: Super Rádio Tupi x Sistema Globo de Rádio. O jogo é o seguinte: a Super Rádio Tupi está tomando a frente na implantação do seu sinal via FM e a Globo tem que recuperar o tempo. Já partir do dia primeiro de junho a Tupi estará transmitindo o seu sinal em duas frequências - 1280 e 96,5 - Isso significa que a emissora carioca não quer esperar mais pelo AM digital, que já destacamos aqui que empacou. Além dessa decisão a Tupi também criou um rede via satélite, que pretende num primeiro momento abranger somente 0 estado do Rio, o que fortalecerá seu conteúdo e evitara que a emissora fique muito plural. A Globo, por sua vez, resolveu unificar, desde o último domingo dia 24 de maio, as transmissões esportivas com a CBN, com isso o ouvinte poderá ouvir os jogos em três frequencias - 1220, 860 e 92,5 FM . O que isso quer dizer: deixa claro pra gente que o AM digital é algo dificil de ser solucionado. Que o HD Rádio não se mostrou confiável nos grandes centros e que o DRM ainda não tem a confiança necessária dos engenheiros. A verdade é que se não for feito algo rápido em cinco anos o AM nos poderá ficar igual as Ondas Tropicais e Curtas, ou seja, irrelevante com business. Para os ouvintes da NATIVA FM a emissora passará para o canal da Antena Um carioca.

sábado, 23 de maio de 2009

AM em alerta máximo

Ficou claro no 25° Congresso de Radiodifusão realizado nesta semana em Brasília, que o rádio Am passa por um momento delicado. A perspectiva do digital não se confirmou com o sistema americano e o DRM ainda precisa ser testado. Como há uma inclinação dos radiodifusores para o IBOC a saída para o rádio AM talvez seja a de aproveitar os canais adjacentes do FM Digital para colocar as emissoras de AM de novo no páreo da digitalização.

O problema é que nem todo radiodifusor proprietário de rádio AM tem canal em FM. Então o que fazer? O Fórum do Rádio AM, presidido por Hilton Alexandre (proprietário da Rádio do Comércio de Barra Mansa e presidente da Aerj) tenta buscar soluções. São propostas como a criação de um selo de qualidade que permita que o ouvinte de AM possa indentificar, na hora da compra do receptor na loja, quais marcas possuem aparelhos com qualidade de recepção compatíveis com o padrão de sugerido pela ABERT. Outra: que o Governo analise a possibilidade de passar - logo que isso seja viável - o canal de 06 VHF, que será entregue pelas emissoras de TV ao Minicom assim que completar a digitalização, para as AMs poderem virar rádio digital na banda 88,7 de FM.

A preocupação é tanta que já tem radiodifusor estimando quando começará a ficar inviável comercialmente as AMs no Brasil. Para os grandes executivos do meio, em cinco anos o negócio fica inviável. A confirmação desta tese está nas parcerias que começam a aparecer nos grandes centros. No Rio a Super Rádio Tupi começa a operar no FM no dia primeiro de junho, no antigo canal da Nativa FM que ocupará o canal da futura extinta ANTENA UM.

Ricardo Raymundo, diretor artístico das rádios TUPI E NATIVA FM, esclareceu que esta é apenas umas das soluções do Grupo, que também virou rede e já está presente na internet e no iphone da Apple.

Se os gigantes estão se movimentando é bom os pequenos também fazerem o mesmo, aderindo ao Fórum do Rádio Am proposto por Hilton Alexandre e participando das reuniões da Aerj. O email do Hilton é: hilton.comercio@terra.com.br ou então se associem as grandes redes via satélite disponíveis no país. A palavra final é que os proprietários de emissoras AM ou FM precisam se unir e lutar pela sobrevivência do setor. Separados do jeito que estão serão presas fáceis de serem devoradas pela internet, banda larga e pela democratização proposta na Conferência Nacional de Comunicação.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

II Congresso de Radiodifusão do Rio englobará Espirito Santo

O II Congresso de Radiodifusão do Rio, que acontece em setembro, entre os dias 23 e 25, no hotel Windsor Guanabara terá o reforço de peso do Sindicato de Radiodifusão do Espirito Santo. O acordo foi firmado pelo presidente da Aerj, Hilton Alexandre, o diretor da Embrasec, Edmilson Oliveira, por mim e o presidente do Sindicato das rádios do Espirito Santo, Paulo Sérgio Gava. A idéia é resgatar uma antiga parceria que havia no passado, quando era presidente da Aerjes o Dr. Alberto Torres. Naquele momento as emissoras dos dois estados caminhavam juntas sob a mesma Associação. Paulo Sérgio Gava foi muito receptivo a retomada da parceria propondo inclusive que no próximo ano o Congresso ocorra no seu estado.

DRM mostrou suas armas no Congresso da Abert

Os representantes do Consórcio DRM puderam ontem mostrar aos congressistas as vantagens do Sistema Europeu para implantação no Brasil. Até então só tínhamos tido contato com o sistema americano da Ibiquity (IBOC). O DRM é um sistema de rádio digital desenvolvido, até o momento, para Ondas Médias, Curtas e Tropicais. Já difundido em vários países da Europa, o sistema também está presente na Rússia e India. A intenção é que no Brasil os radifusores possam testar o modelo de rádio digital da mesma forma que foi testado o sistema americano: Iboc. O DRM é um sistema mundial desenvolvido de por diversas entidades, engenheiros e governos sem fins lucrativos, ou seja, não tem royalties. Segundo Michel Peneroux, até setembro deverá estar pronto uma proposta para que o DRM seja testado no Fm. Aqui em Brasília os radiodifusores estão tendo contato direto com a tecnologia no stand montado na feira de equipamentos no subsolo do espaço Brasil 21.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Congresso em começa em alta voltagem

O 25º Congresso da ABERT nem bem começou mas já tá mostrando ao que veio. Ontem a noite o discurso de abertura do presidente da entidade, Daniel Slaviero, foi bastante contundente com relação a diversos pontos da radiodifusão. Daniel defendeu que a internet receba o mesmo tratamento fiscalizatório, por parte das autoridades brasileiras, como o que recebe rádio e Tv. Falou da morosidade do Minicom em solucionar as renovações de outorgas, são mais de 40 mil processos. Ressaltou o papel da radiodifusão no modelo federativo brasileiro e convocou todos os radiodifusores a participar da Conferência Nacional de Comunicação, que acontecerá no final do ano em Brasília, dias 1, 2 e 3, quando será discutido um novo marco regulatório para o setor.

Logo após a fala do presidente da ABERT, foi a vez do ministro das Comunicações, Hélio Costa, mostrar através de números o quanto o ministério tem feito para agilizar e modernizar certos procedimentos. O Ministro falou que apesar de ter pego um estrutura enfraquecida com o fechamento das delegacias regionais, nas diversas capitais do país, tinha números positivos para mostrar aos radiodifusores. Ele fez um balanço de quantas outorgas foram dadas até agora, qual a visão do governo em relação ao ministério e destacou a implantação no sistema de TV digital Nipo-Brasileiro, enaltecendo que este sistema já foi aprovado no Peru e em breve estará sendo adotado por Chile, Argentina e Equador.

Durante a abertura a apresentadora Délis Ortiz informou que a palestra da ministra Dilma Rousseff estava cancelada. A ministra esteve internada até a manhã de hoje em São Paulo e agora se encontra em casa em repouso, não podendo trabalhar por decisão médica.

Depois da abertura tivemos um coquetel no espaço da feira de equipamentos onde pudemos rever vários amigos do setor.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Radiodifusão se encontra em Brasília

Começa daqui a pouco, aqui em Brasília, no espaço BRASIL 21, o 25º Congresso Brasileiro de Radiodifusão - Já estou devidamente credenciado e na expectativa da abertura - São engenheiros, técnicos, estudiosos, políticos e convidados reunidos em torno dos radiodifusores discutindo o futuro da comunicação gratuita neste país.

A abertura solene será às 19:30, tendo como convidado especial o vice-presidente José Alencar. Logo após acontece um coquetel Foyer superior do espaço. A partir de amanhã tem início os debates. Logo cedo me desdobrarei com a Adriana Maia pra acompanhar as diversas plenárias.

A primeira a palestrar será a Ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. O tema: Cenário Brasileiro: O Momento do Brasil e suas Perspectivas. Olha só a hora que começa a palestra: 8h30. Às 9h30 teremos outro tema importante com a participação de diversos palestrantes e apresentação de Délis Ortiz; Radiodifusão e Legalidade - Oportunidades de Modernização Pelo Poder Concedente. O detates vão até 19h00. Só depois teremos um descanso no Happy Hour, com o show de Francis Bringell. Não me pergunte que ele é.

Já no dia 20, quarta feira, além da maratona do Congresso, tem o início do 28º Seminário Técnico Nacional de Radiodifusão. Evento paralelo que pretende mostrar a quantas anda a digitalização do rádio. Segundo apurei com membros da SET (Sociedade do Engenheiros de Televisão) vem novidades por aí. Se vier contarei tudo neste blog pra vcs amigos do rádio.

Vou aproveitar o Congresso para distribuir uma peça publicitária do II Congresso de Radiodifusão do Rio de Janeiro, que acontecerá em setembro próximo. O presidente da Aerj, Hilton Alexandre, vai oficializar o evento aqui em Brasília e eu e o Edmilson Oliveira da Embrasec, iremos comandar o Congresso fluminense. Mas este assunto fica para mais tarde.

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Tá no site Brasil Rádio News

Exclusivo: Rede Tupi FM assume a Antena 1
- da redação.
Rio de Janeiro, RJ - A Rádio Antena 1 FM (103,7 MHz), dará lugar a Rede Tupi FM (Rede Mundial - www.mundialcomunicação.com.br). A programação de flash-backs e a equipe feminina de locução da Antena 1 fica no ar até o dia 31 de maio.
Apartir da 00h do dia 1º de junho a operação da emissora carioca já estará no controle da Rádio Tupi FM de São Paulo (104,1 MHz). Mudanças na estrutura e contratações de novos profissionais somente apartir de julho.

Os profissionais que trabalham na Antena 1 receberão o salário do mês maio no dia 5 de junho, e no dia 1º de julho a indenização no sindicato. Existe a promessa por parte do diretor geral Paulo Melo do pagamento de dois "avisos prévio" ás locutoras da emissora além de todos os direitos.

A Rádio Antena 1 (razão social: rádio Lite FM ltda.), apesar de ser considerada mais uma afiliada da Antena 1 de São Paulo, é apenas parceira em conteúdo de programação, não existindo "nenhuma ligação oficial" com a rede paulista. A emissora carioca tem como concessionários a família do advogado Paulo Roberto Maia Rosa.

domingo, 17 de maio de 2009

25º Congresso de Radiodifusão começa terça feira em Brasília

Com a presença de radiodufusores de todo o Brasil tem início a partir de terça feira, dia 19, em Brasília o 25º Congresso de Radiodifusão da Abert. Talvez essa seja a edição mais importante do evento, pois acontece após a decisão do Ministério das Comunicações de prolongar, ainda mais, a discusão sobre o rádio digital. Depois de analizar os estudos realizados por diversas emissoras para a implantação do digital americano (Iboc), o Ministério tem agora este encontro, onde pretende ouvir os detentores da tecnologia (Ibiquity e DRM) e buscar saída para o impasse com a frequência do rádio AM digital, que não se mostrou rosbusto nos grandes centros. Brasília vai ferver em torno deste tema. Existe radiodifusores, técnicos e engenheiros que acreditam que a solução está em utilizar o canal 6 VHF no AM, mas este é outro ponto que vai ganhar força com apoio do recem criado fórum do rádio AM presidido por Hilton Alexandre, da Aerj. O Fórum vem promovendo reuniões pelo Brasil afora e pretende levantar esta bandeira durante o encontro. Estarei lá acompanhando tudo e relatando neste espaço o que apurar. Parto pra lá na terça pela manhã, acompanhado de Adriana Maia, que irá ao seu primeiro Congresso Nacional de Radiodifusão e de la fará sua participação como fofoqueira oficial do BAND BOM DIA. Da minha parte estarei passando flashes dentro do BAND NOTÍCIAS, às 18 horas. Até lá.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

14/5/2009
CCJC da Câmara aprova concessão para dez emissoras de rádio A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira, 12, dez projetos de decreto legislativo que autorizam ou renovam concessões de serviços de radiodifusão. As propostas, vindas da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, tramitam em caráter conclusivo e seguem agora para a análise no Senado. Abaixo, a lista de concessões por estado: Bahia: Associação Rádio Comunitária de Teofilândia - Teofilândia Minas Gerais: Associação Comunitária Itapevense de Radiodifusão - Itapeva -, Associação Comunitária Rio Piracicaba para o Desenvolvimento Artístico e Cultural - Rio Piracicaba -, Sistema Radiodifusão de Sertãozinho Ltda. – Medeiros. Paraná: Fundação Sagrado Coração de Jesus de União da Vitória - União da Vitória São Paulo: Associação Comunitária Lavrinhas – Lavrinhas -, Nova Rádio Laranjal Ltda. - Laranjal Paulista -, Sistema Radiodifusão de Sertãozinho Ltda. – Bebedouro -, Sociedade Cultural e Desportiva Vicentina (S.C.D.V.) - São Vicente -, Super Difusora AM Ltda - Ribeirão Grande. Assessoria de Comunicação da Abert

Rede Tupi encanta a Baixada Litorânea

A Rádio Jornal de Rio Bonito, desde 7 de maio está retransmitindo a programação da REDE TUPI DE RÁDIO. Segundo o gerente da emissora, Renato Borges, a repercusão não poderia ser melhor. Ele fala com entusiasmo da nova fase da emissora da Baixada Litorânea acreditando que a partir de agora a rádio passa a escrever uma nova história em sua caminhada. Intenção da parceria é disponibilizar um conteúdo de qualidade a serviço da comunidade. A partir de segunda feira estarão de volta os horários locais com os locutores José Sérgio Araújo - de segunda a sábado das 8 às 10 horas- e Manoel Rangel - de segunda a sexta das 5 da tarde até as 7 da noite - e Irani dos Santos - aos domingos das 9 ao meio dia. Renato Borges também prepara um plano de ação de marketing para divulgar a novidade e, claro, atrair parceiros comerciais. Da parte da Tupi é o início da caminhada da implantação da REDE DE RÁDIO em todo o estado do Rio. A frente desta empreitada está o experiente Carlos Issa. Caberá a ele visitar os radiodifusores do Rio e mostrar a vantagem do trabalho conjunto com um grande veículo como âncora. Quem quiser mais informações pode ligar para (21) 21262421, ramal do Carlos Issa.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Ministério das Comunicações preocupado com as pequenas emissoras

O Ministério das Comunicações está preocupado com a situação legal das diversas emissoras do interior do Brasil. Segundo relato do Dr. Marcelo Brasil, em reunião realizada ontem na sede da Aerj, o Minicom vai promover vários encontros regionais, levando seus técnicos, para fazerem um grande multirão pela regularização destas emissoras. A iniciativa visa facilitar a vidas destes radiodifusores, que não terão que ir à Brasília para serem atendidos. A data exata do multirão ainda não está definida, mas o local do primeiro sim: será a sede da Aerj na rua da Constituição, 78, centro do Rio de Janeiro. Será uma ótima oportunidade para emissoras levarem seus engenheiros, técnicos e advogados, principalmente. A expectativa que tal encontro se dará em junho. Assim que for definido aviso no blog.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Radiodifusores, semana que vem não deixem de estar em Brasília.

Acontecerá dentro do 25º Congresso brasileiro de Radiodifusão, o 28º Seminário Técnico Nacional de Radiodifusão. Eu explico: é que dentro do evento promovido pela Abert, os engenheiros e técnicos, além dos radiodifusores, estarão ouvindo e debatendo a melhor proposta de transmissão digital para o rádio AM/FM. A idéia é aprofundar os conhecimentos e colocar os profissionais diantes das inúmeras possibilidades da nova tecnologia, além de dar subsídios para que o Governo decida logo pelo padrão, que tanto pode ser o Ibiquity ou DRM. Será discutido, inclusive, o relatório final de testes realizado pela ABERT e apresentado ao Ministério das Comunicações, com emissoras que resolveram testar o padrão americano. Técnicos dos dois padrões estarão presentes para defender seus sistemas. Tudo isso pra que a decisão governamental seja a melhor possível para os radiodifusores e indústria brasileira. Tá feito o convite. O Seminário acontecerá entre 20 e 21 de maio e o Congresso entre os dias 19 a 21 de maio. Inscrições pelo endereço: www.abert.org.br. Nos encontramos lá!

sábado, 9 de maio de 2009

Terça feira tem reunião na Aerj

Na próxima terça feira, dia 12, acontece mais uma reunião da Associação Emissoras de Rádio e Tv do Rio de Janeiro (Aerj). Comandada pelo presidente Hilton Alexandre, o encontro vai discutir a pauta do Congreso de Brasília, que acontece agora em maio e iniciar a divulgação do II Congresso de Radiodifusão do Estado do Rio, em setembro. A Aerj convida todos os seus associados a comparecerem às 14 horas, na sede, Rua da Constituição, 78 - Centro.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Essa foi enviada pela amigo Érico Barreto

Olá Caros Amigos,
Tomaaaaaaaaaaa Botânico!
Acabou a novela. A Rede Record confirmou os rumores e divulgou nesta quinta-feira (07) a contratação de Ana Paula Padrão. A jornalista vai dividir a bancada com Celso Freitas na apresentação do Jornal da Record pelos próximos quatro anos. A atual apresentadora, a jornalista Adriana Araújo será a nova corresponde internacional da emissora em Nova York.
"A única coisa que eu quero agora é um mês de sossego. Eles insistiram (os bispos dirigentes), quiseram que eu assinasse agora, e eu assinei. Agora preciso de um tempo, disse Ana Paula ao portal Ooops!.
A contratação faz parte de uma etapa de investimentos da Rede Record no Departamento de Jornalismo. Mesmo tendo passado uma temporada de quatro anos no SBT, Ana Paula ainda representa um "rosto da Globo", creem os bispos. E é com esse rostinho que eles pretendem ampliar o enfrentamento com o "JN", que em setembro comemora 40 anos, informa a coluna.
Recém-saída do SBT, a jornalista contou que foi uma decisão "difícil". Ela relutava em voltar a fazer a função que exerceu por anos na TV Globo: apresentar telejornal. Segundo ela, seu marido, Walter Mundell (economista), influenciou em "80%" a decisão. "Nós íamos a um restaurante, por exemplo, e o garçom perguntava quando eu ia voltar a apresentar jornal. Íamos à feira, a mesma coisa... Um dia, o Walter parou e disse: 'Ana, escuta, isso é o mercado te chamando, dizendo que quer você de volta'. E ele tinha razão. Eu vi que tinha motivos para voltar: o mercado pediu", relata.

Lula sanciona lei que dispensa pequenas e médias emissoras de ônus com medição

Está na edição desta quarta-feira (6/5) do Diário Oficial da União a lei n° 11.934, que trata dos limites à exposição humana a campos elétricos, magnéticos e eletromagnéticos. Sancionado pela presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a lei estabelece regras específicas para as empresas de telecomunicações, radiodifusão e de energia elétrica. A proposta havia sido aprovada pelo Senado em março deste ano. A nova lei determina que as empresas façam medições dos níveis de campo elétricos, magnéticos e eletromagnéticos a cada cinco anos e comprovem que estão de acordo com os limites estabelecidos. A medição deve ser feita periodicamente por meio de uma entidade certificadora contratada pela emissora. Os parâmetros usados na proposta são os estabelecidos pela Comissão Internacional Contra Radiação Não Ionizante (ICNIRP), recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No caso da radiodifusão, a norma valerá apenas para as emissoras incluídas na Classe Especial, ou seja, cerca de 100 empresas. “Todas as demais, de pequeno e médio porte, estarão dispensadas do ônus das medições, de acordo com a proposta da Abert”, afirma o presidente da entidade, Daniel Pimentel Slaviero. Por vários anos, a Abert participou de discussões sobre a matéria e trabalhou para que nenhuma emissora tivesse que arcar com os custos da verificação. “Nosso entendimento sempre foi de que o ônus caberia à Anatel”, afirma. O texto final, no entanto, mantém a norma apenas para as maiores empresas. Para Slaviero, apesar disso, foi “uma vitória importante” evitar o ônus para cerca de 2,4 mil emissoras, a grande maioria dos associados, que terão, com isso, uma substancial economia anual, de cerca de R$ 3 mil a cada medição. Nestes casos, a verificação caberá à Anatel. A agência terá uma rubrica específica para custear esse acompanhamento. Os recursos virão do Fistel e não poderão ser menores do que 1% do montante arrecadado no fundo de fiscalização. A agência também criará regulamentos ou adaptará os existentes aos novos parâmetros de limitação de exposição eletromagnética.

Governo libera multiprogramação da TV Cultura

07/05/09
Depois da polêmica sobre a utilização da multiprogramação na TV digital, o Ministério das Comunicações autorizou nesta quinta-feira a TV Cultura a testar transmissões em caráter experimental. Por meio de um despacho, o ministro Hélio Costa explica que a autorização será concedida por causa dos serviços prestados pela emissora. "A TV Cultura tem relevantes serviços prestados ao país. Nosso intuito sempre foi impedir abusos. Como se trata de um projeto de interesse público, autorizamos a multiprogramação em caráter experimental e científico", disse.Ainda assim, Costa ressaltou que o teste deverá ficar restrito a São Paulo, e que a Lei Federal não permite a transmissão de qualquer tipo de propaganda, assim como patrocínios dos programas exibidos.
Desacordo
A polêmica entre o Ministério e a TV Cultura se iniciou em março, quando a emissora começou a transmitir em multiprogramação e foi ameaçada de ter os transmissores dos canais lacrados por infringir a proibição.
Em nota divulgada à época, a emissora comunica dizia que “tal procedimento visa garantir o cumprimento dos cronogramas de operação definitiva, em especial os relacionados às transmissões da Univesp TV.”
E acrescentava: "a missão da Fundação Padre Anchieta, define seu estatuto, é contribuir para a formação crítica do homem e o exercício da cidadania. A multiprogramação, prevista no Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre, é mais um instrumento a serviço deste objetivo institucional maior”.Redação Adnews

terça-feira, 5 de maio de 2009

Site traz os hits do ano em que você nasceu

Paulo Marcos, o quinho, me mandou esta dica, de site. Muito interessante. É só escolher o ano e checar quais músicas faziam sucesso no ano em que vc nasceu. Dá até pra ouvir a música no youtube. O endereço é:
http://www.planetarei.com.br/100anos/index.htm

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Globo vira Record e confunde telespectadores
03/05/09
Na última sexta-feira, por volta das 23h10, telespectadores que acompanhavam o Globo Repórter, pelo canal 17 da InterTV dos Vales, passaram a assistir a novela "Poder Paralelo", da Record. Alertado pelo leitor Hermes Quintão, a reportagem do Adnews foi confirmar o fato que uniu concorrentes, ainda que por pouco tempo.
De acordo com o departamento de engenharia da Intertv, o problema ocorrido foi uma "intereferência de sinal" e não um possível erro cometido. A emissora é atualmente afiliada da Rede Globo, mas já retransmitiu programação da Record. O fato inusitado aconteceu na região do Vale do Aço, em Minas Gerais.
Segundo apontou o leitor do Adnews, "em um primeiro momento vários telespectadores não se deram conta do 'erro' porque a novela exibida pela Record é recheada de rostos 'globais', incluindo a atriz timotense Manoelita Lustosa, cuja carreira televisiva teve início em tramas da emissora da família Marinho".
A Intertv não soube informar quanto tempo durou a "invasão". Entretanto, durou o suficiente para a término da novela "Poder Paralelo" e o início do Câmera Record, que exibiu pautas muito parecidas às que estavam sendo apresentadas pelo Globo Repórter.

Dia 7 de maio estréia a primeira filiada da Rede Tupi

Na próxima quinta feira, dia 7, aniversário de Rio Bonito(RJ), a Super Rádio Tupi inicia sua parceria, em Rede, com a antiga rádio Jornal de Rio Bonito - AM 1340 - será a primeira rádio a aderir a nova rede de rádio que surgi na mercado. Com um sinal que cobre praticamente 100% da baixada litorânea, a Rádio Jornal de Rio Bonito, espera alavancar sua audiência e seu faturamento com a nova programação. Já a direção da Tupi pretende que as filiadas se espalhem por todo o estado do Rio, principal foco de atuação da emissora, só que está tendo que atender pedidos de futuros parceiros em Minas, Espirito Santo e São Paulo. As cidades que fazem fronteira com o Estado do Rio, também querem o sinal via satélite. Alfredo Raymundo, Ricardo Raymundo, Carlos Issa e Formiga, pilotam as operações. Do outro lado, Renato Borges, gerente da AM 1340, está feliz por dá este presente exatamente no dia do aniversário de Rio Bonito a todos os ouvintes da emissora.

sábado, 2 de maio de 2009

Band negocia novo canal no noroeste do estado do Rio

A Band Fm, que já tem uma emissora filiada em Campos, agora deve ter mais uma canal no interior do estado do Rio. Provavelmente em Itaperuna. As negociações estão a todo o vapor e em breve deverá ser anunciado oficialmente. A Rede Band usa como estratégia de aproximação a performance da 96,1 de Campos. A idéia da Band é criar pequenas redes regionais dentro da Rede Nacional já existente. Assim que as negociações forem concluídas darei a notícia pra vocês.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Governo fará novas licitações de rádio este ano

Ministério das Comunicações fará licitação para concessões
O Ministério das Comunicações decidiu fazer ainda este ano licitação para concessão de nove outorgas de emissoras de televisão (TV) e 55 licenças de Rádios FM.
A data do lançamento do edital ainda não foi marcada, mas só deve ocorrer depois do mês de julho, porque o ministério deve levar 60 dias, segundo nota oficial, para encaminhar ao Tribunal de Contas da União (TCU) os estudos de viabilidade econômica das outorgas.
Somente depois da aprovação dos estudos pelo TCU é que a licitação poderá ser lançada.
As emissoras de televisão serão instaladas nas cidades de Arapiraca (AL), Irará (BA), Marília (SP), Mossoró (RN), Mucugê (BA), Santa Quitéria (MA), São Mateus (ES), Umuarama (PR), além da capital Aracaju.
O Ministério das Comunicações informou que, para selecionar as emissoras, foram observadas características técnicas e os planos básicos dos serviços de rádio FM e de TV, que organizam as frequências usadas para a transmissão dos sinais.
As 55 emissoras de Rádio estão em 18 Estados, incluindo São Paulo, nas cidades de Santa Clara do Oeste, Bilac, Santana da Ponte Pensa e Três Fronteiras.
Os demais Estados que serão atendidos pela novas concessões de Rádio são: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.

Fonte: O Estado de São Paulo