sexta-feira, 12 de março de 2010

São Paulo deve proibir jogos após 22h

Proibição de jogos às 22h está mais próxima
12/03/10
A Câmara Municipal aprovou o Projeto da Lei 564/06, que limita o horário de término das partidas de futebol para às 23h15. Votado na última quarta-feira (10), o projeto dos vereadores Agnaldo Timóteo (PR) e Antônio Goulart (PMDB), recebeu 43 votos a favor, 2 contra e 3 abstenções.

Para se tornar re realidade, o projeto depende ainda do aval do prefeito Gilberto Kassab (DEM). A decisão deve ser tomada em até 15 dias. Se aprovada, as partidas de futebol da cidade de São Paulo poderão começar no máximo às 21h15.
O texto ainda estabelece exceções ao limite de tempo apenas em jogos da Libertadores da América, em competições não profissionais e nas partidas de futebol profissional em que houver cobrança de pênaltis e acréscimos provocados por problemas técnicos.

O projeto já gerou polêmica
O assunto já gerou polêmica no mercado. A Rádio Jovem Pan abriu guerra pública contra a Globo a fim de impedir que jogos sejam exibidos às 22 horas. Inclusive, cita que o presidente da Federação Paulista, senhor Marco Polo del Nero, ameaça levar os jogos para longe da torcida, caso o horário seja alterado.

Em texto publicado no próprio site, a rádio comenta que a campanha ganhou apoio de outros veículos, entre emissoras e jornais. E ataca: "Como é possível que um dirigente não ouça o clamou popular? Fica claro, como a luz, que o povo não tem mais nenhuma importância para o espetáculo, a não ser como índice de audiência da TV. Parece que, nisso, melhor seria, até, que ninguém fosse ao estádio. Ficasse todo mundo em casa, dando maior índice de audiência.

"É isso o que eles querem? Agora, como seria o futebol sem plateia? O espetáculo do silêncio? Sem o alarde e o colorido da torcida, que tanta beleza traz para o espetáculo. Nunca mais o pai torcedor levaria o filho para o estádio. Já tiraram os repórteres de campos, agora pretendem afastar o povo todo. Será que a televisão continuará contra o povo, que é o seu grande público? Futebol será apenas um programa de TV. A grade jamais será alterada. O estádio será um estúdio."

Redação Adnews

Nenhum comentário:

Postar um comentário